quarta-feira, 23 de junho de 2010

TECIDO para confecção da bolsa artesanal

Hoje li um post de uma colega BLOGUEIRA de Portugal mostrando sua experiência ao executar uma bolsa, que aliás ficou muito bonita.

Mesmo sendo ela bem experiente costurando roupas, se deparou com detalhes novos nessa empreitada e foi isso que me impulsionou a colocar alguns detalhes desse processo de fazer bolsa, que venho trilhando de forma autodidata desde 2007.

Como ela é bem criativa, seu maior problema foi com a costura de algumas partes da bolsa, mas muitos trabalhos se tornam inviáveis se o tecido não for bem escolhido.

O tecido pode até ser escolhido aleatóriamente, mas sua escolha vai limitar o modelo da bolsa a ser confeccionada.

Quem costura ou modela peças de vestuário entende bem do que estou falando. Não se pode usar um molde criado para um tecido strech para confeccionar uma peça em tecido plano.

Assim, não posso usar um tecido encorpado para confeccionar uma carteira delicada. Mesmo tecidos aparentemente mais finos, em algumas partes da peça ele vai ficar "acumulado" e a aparência final da peça ficará comprometida.

No meu processo de aprendizagem cheguei a essa sequência:
  • escolha do tecido externo
  • modelo da peça
  • escolha do tecido do forro
  • escolha da colocação do zíper
  • escolha das ferragens
Na última experiência que fiz - carteira do PAP de posts anteriores desse BLOG - escolhi um modelo e depois fui escolher os tecidos que poderiam ser usados. Alguns deles precisaram ser descartados, pois não deram a aparência desejada.

Próximos Posts:
  • colocação de zíper
  • uso da cola de sapateiro
  • ferragens


4 comentários:

Ana's Closet disse...

Tens toda a razão... Escolher o tecido primeiro nem sempre é boa política. Infelizmente eu tenho esse problema, muitas vezes compro primeiro o tecido e só depois escolho o modelo.
Obrigada pelo link!

Beijinhos

expresso moda disse...

E a bolsa de lamé,Laila?
Adorei o novo layout do blog!

bjs!
Obrigado pelas visitas!

expresso moda disse...

Laila,não conheço nenhuma loja em São Paulo que venda lamé decente.Na minha cidade(Americana,S/P)os lamés que vejo também não são grandes coisas,não.Parece que você vai colocá-lo na água e vai esfacelar,parece papel.

Bjs!

Kakau disse...

Olá, tudo bem?
Sou uma aspirante a costureira, completamente apaixonada. Mas ainda não tive oportunidade de fazer um curso completo. Adorei conhecer o seu blog, e suas dicas com certeza irão me ajudar muito. Parabéns pelo talento e obrigada por compartilhar dicas tão preciosas!